SpaceX Starship

SpaceX é escolhida para a NASA voltar à lua até 2024

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

COMPARTILHE:

Na disputa entre a SpaceX de Elon Musk da Tesla, Blue Origin do também bilionário Jeff Bezos da Amazon, e a empreiteira de defesa Dynetics, a SpaceX levou a melhor. É que no último dia 16 de Abril de 2021 ela foi a escolhida pela NASA para desenvolver o módulo de pouso na lua. O custo do projeto? U$2,89 bilhões (mais de R$16 bilhões). A nave, a Starship.

Este módulo será necessário para o retorno dos astronautas à lua até 2024. A última vez que um humano pisou lá, foi há quase 50 anos. Em 7 de dezembro de 1972, a missão Apollo 17 levava a última missão tripulada.  Desde então, só missões não tripuladas têm sido enviadas ao nosso satélite natural.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Starship da SpaceX

A Starship é uma nave enorme. Com mais de 50 metros de altura e 9 metros de diâmetro.  Mas para atingir a órbita ela será acoplada a um foguete Super Heavy,  de mais de 5 mil toneladas de massa e 70 metros de altura.  Acoplados, praticamente 120 metros de altura. Ambos, totalmente reutilizáveis. Ou seja, tanto o foguete quanto a capsula serão utilizados em diversas missões. Assim como já ocorre hoje com os foguetes Falcon 9.

Por serem totalmente reutilizáveis, seu custo de operação é drasticamente inferior aos projetos tradicionais. Ou seja, aqueles em que o foguete e a nave são construídos para uma única missão.

Além do que, a nave Starship está sendo projetada com uma alta capacidade de carga, e autonomia. Assim, poderá levar e colocar em órbita novos satélites muito mais distantes do que são feitos hoje. Incluindo telescópios espaciais maiores do James Webb que está em construção no momento. Levar muito mais carga e astronautas até a espação espacial. E até mesmo, o transporte interplanetário para a futura colonização em Marte. E é claro, neste contrato com a NASA, o pouso dos astronautas na Lua do programa Artemis.

Veja mais da nave Starship em: https://www.spacex.com/vehicles/starship/

 

starship

 

SpaceX e outros contratos com a NASA

Em 2020 a SpaceX também conseguiu outros contratos bilionários com a NASA. Entre eles, o para fornecer seu foguete Falcon 9 para enviar astronautas Americanos para a Estação espacial à bordo da Capsula Crew Dragon.

Outras empresas como a do bilionário Jeff Bezos também estavam tentando este outro contrato. Embora a SpaceX tenha sido mais rápida para conseguir ser a primeira empresa privada a fornecer este tipo de tecnologia, é certo que as outras também o farão muito em breve.

 

>> Crew Dragon – rumo à colonização espacial <<

 

Porque a escolha por uma empresa privada?

A NASA, como todos sabem, é uma agência estatal que historicamente desenvolve suas próprias naves e foguetes. Claro, é necessário a contratação de outras empresas e fornecedores para isso. Mas a tecnologia é da agência. Então porque, contratar uma empresa privada para isso agora?

A resposta pode ser bastante complexa, mas resumidamente são dois principais fatores: tempo e custo.  Ou seja, além de serem muitos mais rápidos, também são mais baratos. Se é que contratos na casa dos bilhões de dólares podem ser considerados baratos.

 

Programa Artemis

Ártemis, deusa da caça e da lua na mitologia grega, é a irmã gêmea de Apolo deus do sol e da luz. Apolo foi escolhido para homenagear as primeira missões lunares. Agora é a vez de sua irmã Ártemis.

A agência pretende enviar seus astronautas usando um foguete próprio, o SLS (Space Launch System). Este foguete impulsionará a nave Orion até a órbita da Lua. Chegando lá, eles serão acoplados a uma “estação espacial lunar” chamda Gateway. E então,  embarcarão na Starship, que é a nave que está sendo construída pela SpaceX,  e nele pousarão no solo lunar.

Diferente das missões Apollo, o programa Artemis pretende deixar os astronautas por até uma semana na Lua antes de retornarem a estação lunar, e então voltarem para a Terra. Nas missões Apollo, eles ficavam apenas algumas horas.

Para Elon Musk, não apenas a Lua é o seu objetivo. Mas também, Marte e quem sabe até além.

Extravagância ou Necessidade

Com tantos problemas existentes na Terra, gastar bilhões para voltar a pisar na Lua. Quem sabe iniciar uma colonização em Marte na década de 30. Enviar sondas e missões não tripuladas também para Marte e Vênus. Além de começar a exploração de asteroides, parece algo extravagantes certo?

Para alguns será visto desta forma mesmo. Mas, como já escrevi em outros momentos, guerras e exploração espacial são momentos que mais tecnologia é desenvolvida. E esta, inevitavelmente mais cedo ou mais tarde, chega até nós incorporada nos produtos mais comuns que podemos imaginar.

Sem contar que com tantas doenças, pandemias e até mesmo ameaças de asteroides que passam raspando, talvez em alguns séculos seja realmente necessário uma colônia extraterrestre.

Sem contar é claro, com os milhares de satélites que em órbita hoje nos fornecem diversos serviços. Sejam dos mais simples como TV à cabo e previsão de tempo, até os mais recentes Starlinks também de Elon Musk que já estão começando a fornecer internet à alta velocidade em qualquer parte do planeta.

E você, o que pensa sobre essas missões?

Que tal utilizar notícias como essas para estimular seus filhos e alunos a estudar o espaço? A história geopolítica da última corrida espacial e a sua relação com a Guerra Fria. E muito mais?

 

Podcast Classe Tech

Se preferir, ouça este texto na forma de podcast no seu player preferido, ou diretamente no Spotify em: https://open.spotify.com/episode/4sNTvAPQTljT8SJUUxergF?si=njTGyMM5RAWG6bcEXw_2HQ

 

 

 

Me acompanhe também nas outras redes:

MEU BLOG:
https://www.fernandopitt.com.br

YOUTUBE
https://www.youtube.com/channel/UCNN7euV6I0T9B3AkUVrXusw?sub_confirmation=1

TWITTER: https://twitter.com/ferpitt
INSTAGRAM: https://www.instagram.com/fernandodarcipitt/
FACEBOOK: https://www.facebook.com/fernando.dpitt/
CLUBHOUSE @fernandopitt
PODCAST classeTECH: https://open.spotify.com/show/0ghq61FtXhD8Q5WQ0nFHTo?si=Vryg_nHFT-OSikUvMcRJTA
Canal Oficial no Telegram: https://t.me/prof_fernandopitt

 

 

 

Veja mais da nave Starship em: https://www.spacex.com/vehicles/starship/

COMPARTILHE:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Fernando Pitt

Fernando Pitt

Engenheiro, Professor, Palestrante, Colunista, Blogueiro e Podcaster. Escreve todas as terças-feiras aqui no portal da Revista Única, cujos textos exploram prioritariamente as temáticas relacionadas à Educação e Tecnologia. Editor do blog: http://fernandopitt.com.br Host do Podcast classe.TECH (http://classe.tech disponível nos principais agregadores de Podcast)

Notícias Relacionadas