Foto: Marcelo Becker/Decom/PMT

(ÁUDIO) Retorno às salas de aula foi considerado tranquilo em Tubarão

COMPARTILHE:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Depois de quase um ano sem frequentar o ambiente escolar, crianças e alunos atendidos pela rede municipal de Ensino de Tubarão, retornaram às salas de aula nesta última quinta-feira, 18.

>> Quer receber notícias por WhatsApp? Acesse aqui

O retorno dos estudantes foi cercado de cuidados para garantir a segurança deles e dos profissionais que atuam nas escolas e nos centros de educação infantil.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As primeiras medidas já foram tomadas com os alunos que utilizam o transporte escolar, que tiveram a temperatura medida, estavam com máscara e foram orientados a se sentar separadamente.

No portão das unidades escolares, nova medição de temperatura, uso do tapete higienizador para os calçados e do álcool em gel. Lá dentro, as carteiras separadas desenhavam um cenário diferente daquele com o qual alunos e professores estavam acostumados. No recreio, o distanciamento deixou com saudades quem estava com uma imensa vontade de dar uma grande abraço e ou de conversar.

>> Única no Instagram: Acesse aqui

O diretor-presidente da Fundação Municipal de Educação (FME), Maurício da Silva, avaliou como muito positivo, o primeiro dia de aula, em plena pandemia. “Nos preparamos bastante para este dia. Realizamos diversos planos, discutimos as medidas e nos dois primeiros dias de aula não houve ocorrências. Os alunos demonstraram muita compreensão e acataram com muita tranquilidade todas as nossas orientações”, observa.

Neste ano, a Fundação Municipal de Educação vai atender quase 8 mil alunos, englobando neste número crianças atendidas nos 32 Centros de Educação Infantil e nas 14 Escolas de Educação Básica próprias e nas unidades escolares conveniadas ou credenciadas. Deste total, 96 alunos não poderão frequentar as salas de aula por pertencerem a grupo de risco e 568 serão atendidos de forma totalmente on-line, por opção da família. Os demais estudarão na modalidade híbrida – alternando uma semana em casa e outra em sala de aula – atendendo o que foi apontado pela maioria dos pais que participaram de uma pesquisa realizada no ano passado pela FME.

Ouça:

 

Slider

COMPARTILHE:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
NOTÍCIAS RELACIONADAS
últimas notícias